9 DICAS DE COMO SE ORGANIZAR EM DIETA PARA EMAGRECER OU MANTER ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL MESMO COM A CORRERIA DO DIA A DIA

7 de novembro de 2018

Comments

  1. Primeiramente, tenha um pacto com os familiares para que haja um apoio mútuo quanto a sua necessidade de emagrecer. É importante que todos ajudem a evitar comidas nocivas em casa. Proponha uma mudança na família para que todos possam ter benefícios e se apoiem. Caso seja difícil as pessoas quererem apoiar 100% ou seguir no caminho junto como você, apenas façam pactos para não haver besteiras em casa ao longo da semana. E, se todos concordarem, pontuem quando poderá haver exceções e tenha em mente como se organizar nessas ocasiões, para evitar cair na tentação sem querer.

 

  1. Faça uma lista de compras apenas com alimentos saudáveis e que fazem parte do cardápio de emagrecimento. Antes de ir ao mercado, dê preferência por passar em feiras de produtores orgânicos confiáveis ou no CEASA, por exemplo. Cada cidade tem pontos de feiras conhecidos entre os moradores locais que, normalmente, acontecem dias específicos na semana. Só depois vá ao supermercado para comprar o que não achou nas feiras, complementando as compras de verduras, legumes, frutas e fontes de proteínas de boa qualidade. Durante o processo de emagrecimento é essencial não ter alimentos nocivos na dispensa.

 

  1. Se precisar levar sua comida para o trabalho, e tiver pressa pela manhã, já deixe organizado tudo à noite, antes de dormir. Busque já pensar no almoço, lanche e jantar do dia seguinte, ao mesmo tempo, de maneira que possa deixar pré-preparado alimentos para todas as refeições e, assim, evitar buscar por produtos processados ou por comer lanches no lugar de jantar. Prefira sempre comida de verdade, mesmo no jantar.

 

  1. Adquira marmitas térmicas, algumas tem até a descrição “fitness”, basta procurar na internet. Pode facilitar sua vida e até te motivar! Só não use as de plástico, se for precisar esquentar no micro-ondas, nesse caso, prefira as de vidro.

 

  1. Para o almoço, saladas coloridas com variedades de vegetais crus, ex: folhas de alface diversas, rúcula, agrião, pepino fatiado, rabanete fatiado, tomate cereja, cenoura ralada, beterraba ralada, palmito, talos de salsão; podem servir para uma marmita saudável e muito prática, incluindo ovos de codorna ou pedacinhos de muçarela de búfala fatiada ou ricota amassada com azeite e sal ou adicione molho de iogurte natural com azeite, limão e ervas ou use molho pêsto ou fatias de abacate. Também, pode acrescentar sementes de gergelim ou de girassol e pedacinhos de ameixa seca sem caroço ou damasco, que dá bastante saciedade. Se você come carne, peito de frango ou frango desfiado também vai bem com as saladas. Dê sempre preferência por marcas de produção orgânica.

Para variar com as opções das saladas:

Use combinações básicas como arroz integral com feijão e legumes;

ou quinoa misturada com lentilha e legumes;

ou 1 proteína como ovo cozido ou filé de peixe com legumes;

Todas as opções podem, também, servir para o jantar.

No caso dos feijões, você pode fazer algumas variedades no final de semana, como carioca, preto, branco, azuki, ou a lentilha, e deixar pequenas porções congeladas para variar ao longo da semana. Faça umas 3 variedades e alterne!

Você pode substituir o arroz ou a quinoa por batata doce ou batata baroa ou cará ou inhame, que são bem fáceis de serem preparados. E, tanto esses alimentos, como os legumes, refolgue com cebola e alho e temperos frescos como salsinha, cebolinha e alho poró, ficam mais saborosos e fáceis de serem preparados.

Exemplos de marmitas quentes:

  • Quinoa cozida com cenoura ralada + lentilha cozida com molho curry + couve-flor temperada com molho pêsto;
  • Arroz integral + brócolis e abóbora refolgado + feijão azuki
  • Inhame refolgado com cebola e salsinha + Abobrinha refolgada com alho e alho poró + feijão branco cozido com cenoura;
  • Filé de tilápia levado ao forno com batata doce cozida + cebola e tomate, regados com molho pêsto;
  • Ovo cozido + vagem e abóbora.

– Pode também usar a saladinha crua como entrada, variando os vegetais.

 

6 – Opte por restaurantes naturais, se não quiser colocar a mão na massa! Restaurantes naturais com boa reputação costumam ter maior preocupação com a qualidade dos produtos, com o uso de óleo e sal e poderá oferecer uma variedade que te ajudará a se manter na dieta. Pesquise quais são os melhores da sua cidade, próximos a você.

 

7 – Hidrate-se constantemente! É muito comum, muitas vezes, confundirmos fome com sede, manter-se hidratada ao longo do dia, ajuda a controlar o impulso de beliscar sem necessidade. Por isso, tenha sempre com você uma garrafa de água e reabasteça-a sempre que acabar de beber o ultimo gole. Adquira uma garrafa de inox ou vidro, evite as de plástico. É importante cuidar dessa garrafa como sendo um utensílio especial que você leva contigo como uma companheira inseparável.

 

8 – Para lanches: as famosas castanhas e frutas secas são mesmo o maior curinga para se levar na bolsa e servir de lanche da tarde.

Exemplos – Frutas secas: damasco (até 3 unidades), ameixa seca (3 a 4 unidades), cramberrys desidratadas ou uva passa (1 colher de sopa), banana passa (1 unidade). – Castanhas: castanha do Pará (2 a 3 unidades) ou 1 colher de sopa de castanha de caju natural sem sal ou de macadâmia ou nozes (2 a 3 unidades). Compre frutas secas e castanhas a granel em boas lojas de produtos naturais, observe a qualidade para que estejam frescas.

 

9 – Ou, ainda, para os lanches: frutas frescas sozinhas, como salada de frutas ou com sementes são sempre bem-vindas.

Exemplos: uma boa fatia de melão cortada em cubos (polvilhe por cima, sementes de linhaça dourada triturada);

ou 1 melancia cortada em cubos;

ou 1 fatia grossa de abacaxi bem maduro cubos (polvilhe por cima, sementes de gergelim);

ou 1 avocado (aquele abacate bem pequeno, sabe?) com canela;

ou 1 bom pedaço de coco fresco;

ou mesmo 1 banana amassada com aveia, cacau e canela;

ou leve num potinho térmico uma salada de frutas colorida (ex: ½ manga plamer picada em cubinhos, 1 fatia de mamão formosa em cubinhos e ½ maçã em cubinhos). Adicione pedacinhos de castanhas ou com sementes de girassol, gergelim ou linhaça dourada triturada.

– Varie as frutas e sementes dia a dia e já terá diversas opções!

Viu?! É só pegar os alimentos de verdade e se organizar com antecedência!

A questão é fazer com prazer e ter como um hábito e não como um transtorno. É só pensar em comer bem como uma questão de prioridade, pois tudo que se torna prioridade, a gente dá um jeito!

E, claro! Sempre atenção com as quantidades, né? Sem exageros e nada de lanchinhos extras! 😉

Related Posts

Confira 5 formas de fazer Ovos para não Enjoar

Confira 5 formas de fazer Ovos para não Enjoar

Já há algum tempo o ovo passou a estar bem presente nos cardápios de perda de peso, especialmente no café da manhã. Isso porque estudos mostram que a proteína presente na clara ajuda a dar saciedade e contribui para regular alguns hormônios que interferem no acúmulo...

Como Comer Bem e Saúdavel, Alimentação Consciênte

Como Comer Bem e Saúdavel, Alimentação Consciênte

Ei, me diga! Como é a sua alimentação? Você para pra observar o que come antes de se alimentar? Ou melhor, você realmente observa com cuidado o que coloca no seu carrinho de supermercado e abastece a sua dispensa? Consegue perceber quando come algo por situações de...

3 Passos Para Sair da Zona de Conforto e Obter Sucesso

3 Passos Para Sair da Zona de Conforto e Obter Sucesso

O nosso cérebro guia nossas escolhas, na maior parte do tempo, num sistema de piloto automático, isto é, sem que tenhamos consciência. Isso até facilita o nosso dia a dia, mas nos atrapalha quando precisamos realizar mudanças efetivas. É por isso que mudar...